Governos estadual e federal firmam parceria para desburocratizar serviços

Simplificar serviços ao cidadão e facilitar a vida de quem pretende empreender com menos burocracia por parte do poder público. Esses tópicos são essenciais nos programas de desburocratização dos governos estadual e federal. A união de esforços em torno dessa pauta motivou o Rio Grande do Sul a ser o primeiro Estado a aderir à RedeGov.Br. Porém, a parceria não se restringe a apenas um projeto.

Na sexta-feira (17/5), durante reunião de trabalho do Conselho Estadual de Desburocratização e Empreendedorismo, foi confirmado pelo secretário de Governança e Gestão Estratégica do Estado, Claudio Gastal, e pelo secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, que as equipes das duas pastas manterão agendas constantes para promover a simplificação de serviços e a revogação de legislações em desuso.

“Queremos um Rio Grande do Sul moderno e ágil, um governo digital na prática. Esses são alguns dos desafios que temos nesta gestão. A união de esforços com todas as esferas em prol dessa pauta é fundamental”, afirmou Gastal.

Conforme Uebel, rever a legislação existente, revogando normas desnecessárias, é uma das principais metas para atingir a desburocratização. Ele destaca a urgência de o poder público resgatar a credibilidade com a população, para que as pessoas voltem a confiar nas instituições, e o caminho para isso é a simplificação, buscando sempre a eficiência. “A máquina do Estado tem que focar no essencial. O excesso regulatório prejudica o servidor e o cidadão. Não alcança resultado algum. Não é bom para ninguém. A parceria com o Rio Grande do Sul é importante nesse sentido”, disse.

Texto: Lucas Barroso / Ascom SGGE
Edição: Vitor Necchi/ Secom
Foto: Priscila Ely / Ascom SGGE