Reforma tributária é decisiva para o país, afirma Paim

O senador Paulo Paim (PT-RS) defendeu em Plenário, nesta segunda-feira (20), a urgência de uma reforma tributária para que o Brasil volte a ter perspectivas de crescimento e desenvolvimento.

Ele voltou a dizer que a reforma da Previdência não é a solução como está sendo apresentada.

O parlamentar lembrou que durante a discussão da reforma trabalhista, aprovada em 2016, a defesa era de que a medida aumentaria o número de empregos, e o que se viu foi o aumento do número de brasileiros desempregados, chegando a quase 14 milhões. Segundo ele, não é reduzindo salários que a economia será reativada.

Para Paim, a solução do problema fiscal do Brasil passa pelo combate à sonegação, pelo fim da evasão fiscal e sobretudo, pelo corte dos verdadeiros privilégios, que beneficiam aqueles que são megarricos e que praticamente não pagam impostos.

— A progressividade do Imposto de Renda não existe para quem ganha, vejam bem, mais do que 40 salários mínimos, praticamente mais de R$ 40 mil por mês. A partir desse ponto, o Imposto de Renda torna-se regressivo. É um escândalo! Quem ganha mais paga menos, e quanto mais se ganha, menos se paga — exemplificou.

Fonte: Agência Senado
Foto: Pedro França/Ag. Senado