Fisco gaúcho debate crise atual

Na 20ª edição, encontro promovido por Afisvec e Sindifisco avaliará a situação fiscal brasileira

F oi aberta ontem em Bento Gonçalves a 20ª edição do Encontro do Fisco Estadual Gaúcho. O evento, que se desenvolve neste final de semana, é uma promoção conjunta da Associação dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Rio Grande do Sul (Afisvec) e do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Tributária do Estado do Rio Grande do Sul (Sindifisco/RS). O tema central do encontro, realizado no Grande Hotel Dal’Onder, abordará “A crise da Federação: cenários e propostas”. A lei Kandir e a Reforma da Previdência serão os temas principais em debate na programação.

O presidente do Sindifisco, Celso Malhani de Souza, explicou que o encontro serve para debater a atual crise federativa, visto que estados como o Rio Grande do Sul não conseguem pagar suas contas. “Foi criada uma situação fiscal inadequada e impôs ao Estado extremo sofrimento econômico”, destacou.

Já o presidente da Afisvec, Marcelo Ramos de Mello, analisou os avanços da Reforma da Previdência. Segundo ele, “é preciso melhorar a proposta, visto que muitos municípios dependem dos valores das aposentadorias”. “Confio no discurso do presidente Jair Bolsonaro, que tem afirmado que é preciso mais Brasil e menos Brasília”.

A programação será aberta às 9h pelo senador Paulo Paim (PT) e pelo advogado-geral de Minas Gerais, Onofre Alves Batista Júnior, que tratarão de previdência e Lei Kandir. À tarde, a crise fiscal dos entes federados e alternativas para abrandar o colapso financeiro. Participam o subsecretário da Receita Estadual, Ricardo Neves Pereira, o secretário da Fazenda, Marco Aurelio Santos Cardoso, o professor Mártin Haeberlin e a advogada tributarista Ana Paula Yurgel. Na sequência, os créditos da Lei Kandir e os efeitos nas finanças estaduais abordados por Batista Júnior. O auditor fiscal João Pedro Casarotto, especialista em dívida pública, tratará da situação gaúcha. No painel, ainda exposição do auditor fiscal Felipe Rodrigues da Silva.

Correio do Povo

Foto: Gilbeli Ughini