ProconRS vai incentivar uso do aplicativo Menor Preço Nota Gaúcha

O aplicativo Menor Preço Nota Gaúcha – dispositivo para celular que pesquisa o preço de produtos em diferentes estabelecimentos – ganhou um reforço na divulgação.

Desde a terça-feira (30/4), o departamento de defesa do consumidor – ProconRS, vinculado à Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, passa a incentivar o uso aplicativo. O ingresso na campanha se dá nas semanas que antecedem o Dia das Mães, a segunda data mais importante do comércio ao longo do ano.

O Menor Preço Nota Gaúcha foi criado pela Secretaria da Fazenda e Procergs. Por meio de consultas às Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e) e às Notas Fiscais de Consumidor Eletrônicas (NFC-e), as informações são atualizadas em tempo real toda a vez que um estabelecimento realiza uma venda a varejo e o consumidor pediu para inserir o CPF. 

A diretora do ProconRS, Maria Elizabeth Pereira, ressaltou a parceria como uma conquista relevante: “estamos honrados em fazer parte desta parceria que é uma conquista para os consumidores”.

Menor Preco Nota Gaucha arte HD 1100
O aplicativo está disponível para Android e iOS. A busca nas lojas precisa ser feita com a palavra “Menor Preço Nota Gaúcha” – Foto: Bruno Ibaldo / Arte Secom

O secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Catarina Paladini, reiterou a importância da reciprocidade e interface entre as ações do Estado. Para ele, “o aplicativo abre uma janela de oportunidades, de forma a orientar sobre o consumo consciente e protegendo o consumidor.”

O secretário da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso, destacou a relevância de um aplicativo voltado para a sociedade. “Quando atendemos a sociedade como um todo, estamos nos atendendo, pois somos cidadãos. O aplicativo Menor Preço é um um exemplo da filosofia de trabalho do governo. Ou seja, ser um governo de evolução e de integração”, explicou.

Parceria entre Procon RS e Secretaria da Fazenda marca os 45 dias do aplicativo Menor Preço

Parceria entre Procon RS e Secretaria da Fazenda marca os 45 dias do aplicativo Menor Preço Crédito: Governo do Rio Grande do Sul

Texto: Ascom Sefaz e Ascom SJCDH
Edição: Secom