Marco Aurélio confirma a Leite que manterá suspensão da dívida do RS

Governador eleito se encontrou com ministro do STF e garantiu compromisso com equilíbrio fiscal

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta quarta-feira ao governador eleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, que manterá a liminar que suspendeu o pagamento das prestações mensais da dívida gaúcha com o governo federal. “O ministro repetiu o que havia dito na decisão de 2017, quando concedeu liminar ao Estado: é hora de dar as mãos e não de dar as costas”, comentou Leite.

De acordo com o futuro chefe do executivo gaúcho, que se reuniu ao final da tarde com o ministro do STF, em Brasília, ele já havia se mostrado sensível à causa gaúcha e reiterou a decisão de manter o gesto de boa vontade com a situação do RS. O governador eleito revelou que foi se apresentar a Marco Aurélio e demonstrar a ele que tem compromisso com o equilíbrio fiscal e que continuará trabalhando pelo ajuste junto à União que permita a adesão do RS ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF).

Segundo Leite, o ministro do Supremo sinalizou que não pretende rever nada neste momento, mas frisou que Marco Aurélio deixou claro que é importante que o Estado mantenha as negociações para viabilizar a adesão ao RRF. Satisfeito com a manifestação de Marco Aurélio, o governador eleito afirmou, ao final do encontro, que salientou ao ministro que agirá com responsabilidade e enfrentará o problema fiscal do Estado. De acordo com o tucano, levar essa disposição ao STF foi exatamente a motivação do encontro.

Fonte: Correio do Povo

Foto: PSDB / Divulgação CP