ICMS puxa a alta do preço

Sobem a partir de 1º de outubro os preços de pauta para o cálculo do ICMS, substituição tributária sobre combustíveis no Rio Grande do Sul. O Sulpetro, que representa varejistas do setor, lamentou. Segundo o vice-presidente Gilson Becker, o novo preço traz elevação de R$ 0,1842 no valor da base de cálculo, representando alta de R$ 0,055 no litro, já que o ICMS sobre o combustível é de 30%. A entidade detalhou os cálculos: a gasolina C passa de R$ 4,6984 para R$ 4,8826. A premium, de R$ 6,3144 para R$ 6,4114. O diesel S 10, de R$ 3,4187 para R$ 3,6942. O diesel S 500, de R$ 3,3231 para R$ 3,6003. O etanol, de R$ 3,8976 para R$ 3,9471. E o GNV, de R$ 3,1019 para R$ 3,1210. O Sindicato destacou também que a alta ocorre novamente no RS, mas não em Santa Catarina, onde o valor é de R$ 4,12 e o ICMS, 25%

Fonte: Correio do Povo

Foto: Divulgação