Diretoria da Afisvec participa de posse de 17 auditores da Cage

Posse autorizada pelo governador amplia transparência e incentiva controle social do recursos públicos 

O governo do Estado empossou 17 novos servidores para reforçar o quadro de auditores da Contadoria e Auditoria-Geral do Estado (Cage), vinculada à Secretaria da Fazenda (Sefaz). A cerimônia foi realizada nesta terça-feira (3), no Palácio Piratini, e teve a presença do governador José Ivo Sartori. Eles foram nomeados no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 13 de junho. A diretoria da Afisvec, representada pelo presidente Marcelo Ramos de Mello, vice-presidente, Gonar Fernandes e a diretora de Comunicação Naiara Rovaris.

Ao auditor da Cage compete orientar e controlar a gestão dos recursos públicos, fiscalizando a execução financeira e orçamentária do Estado. O órgão fiscaliza os poderes Executivo (incluindo a Administração Indireta), Judiciário, Legislativo e Ministério Público.

Auditores controlam gestão dos recursos, fiscalizando execução financeira e orçamentária do Estado
Auditores controlam gestão dos recursos, fiscalizando execução financeira e orçamentária do Estado – Foto: Karine Viana/Palácio Piratini

Sartori afirmou que a Cage sempre foi uma grande parceira para democratizar os processos administrativos, levando em conta a agilidade que a sociedade espera. “A transparência é uma das marcas do nosso governo, assim como o diálogo e a verdade fazem parte processo. A Cage sempre ajudou muito a desenvolver a área de transparência e também o incentivo ao controle social, como o lançamento do Pilas RS e o novo Portal da Transparência”, enfatizou. Ele lembrou que todos os avanços obtidos pelo estado nos últimos anos foram construídos coletivamente, “com a união e integração de todos”.

Para o secretário da Fazenda, Luiz Antônio Bins, os novos auditores vêm para suprir uma carência no quadro, que hoje representa cerca de 53% de funções ocupadas. “Então isso vai nos ajudar a melhorar um pouco todos os processos de trabalho. Os auditores do Estado são pedras fundamentais em relação a todas as atividades exercidas na Secretaria da Fazenda”, destacou.

Para o secretário adjunto da Sefaz e presidente do Conselho Superior da Cage, Álvaro Fakredin, os novos servidores entram numa organização com 70 anos de história e de lutas. “Todos estão ingressando na instituição de controle do poder do Estado. Porém, ainda existem muitos desafios a serem superados e convocamos todos para que superemos juntos. A Cage precisa ter uma visão de futuro. Somos agentes de orientação, de proteção à gestão pública e de combate à corrupção”, concluiu.