Fonacate e Febrafite protocolam representação contra Marun

O Fórum Nacional das Carreiras de Estado (Fonacate) e entidades filiadas, entre elas a Febrafite, protocolaram nesta terça-feira (2), representação na Comissão de Ética Pública da Presidência da República contra o secretário de Governo, Carlos Marun.

O objetivo da ação é combater a suposta tentativa do ministro de coagir governadores e parlamentares, de atrelar a liberação de recursos da Caixa, entre outros bancos oficiais, ao apoio à reforma da Previdência.

No documento, as entidades dos servidores classificam a atitude de Carlos Marun como “máximo do escárnio e uso da máquina pública de maneira totalmente inconstitucional, ilegal e contrário a qualquer resquício de ética pública”.

O presidente da Febrafite Roberto Kupski participou do ato no Palácio do Planalto. Para ele,  as“ações de governo são antidemocráticas e inadmissíveis, para extrair alinhamentos políticos, agora escancaradas, um dos motivos para finanças estaduais estarem nessa penúria”.A ação repercutiu em vários jornais do país, com destaque às manifestações dos presidentes do Fonacate, Rudinei Marquers, e o presidente da Febrafite Roberto Kupski; confira alguns exemplos:

Correio Braziliense

Congresso em Foco

Valor Econômico

Portal G1

MS Notícias

Jornal Flagrante em Manaus

Assista ao vídeo com a manifestação dos dirigentes:

Fonte: Febrafite